Pode-se definir concreto bombeável como o concreto transportado por pressão através de tubos rígidos ou mangueiras flexíveis e descarregado diretamente ou próximos dos pontos onde deve ser aplicado. A pressão pode ser aplicada por meio de pistões, por meio de ar comprimido ou pela deformação de tubos flexíveis.
 
O concreto é considerado bombeável  quando os seus componentes não se separam por segregação e quando a resistência  ao deslocamento pelo interior da tubulação não atinja valores incompatíveis  com a capacidade do equipamento.
 
Como essas propriedades são influenciadas  pela composição da mistura, a  dosagem do concreto para bombeamento exige alguns  cuidados especiais:

  • Os concretos para bombeamento devem ter boa trabalhabilidade, isto é, o Slump ou Abatimento deve ser maior que 70 mm, sendo o mais recomendável, valores entre 80 e 100 mm (Slump = 90 +/- 10 mm).
  • A Cortesia Concreto adota o Slump = 90 +/-  10 mm. Qualquer concreto diferente desta condição consideraremos do tipo especial.
  • Ter argamassa suficiente e consumo mínimo de cimento de 270 kg/m3, para lubrificar os tubos internamente e facilitar o deslocamento do concreto dentro do tubo.
  • Recomenda-se a utilização de britas com diâmetro máximo até 25 mm (brita 2), mesmo assim até 25%, devendo o restante ter diâmetro máximo de 19 mm (brita 1). Para prédios, dependendo da altura ou mesmo da distância de tubulação serão previstos agregados menores (britas) e/ou Slumps maiores.
Condição Tipo de Concreto
Térreo até 06 pavimentos Brita 1 ou 1+2; Slump = 90 +/- 10mm
De 06 a 10 pavimentos Brita1; Slump = 90 +/- 10mm
Acima de 10 pavimentos Traços especiais
*A tabela serve de orientação, porem outras situações deverão ser avaliadas, tipo de obras, distância horizontal da linha, nº de curvas necessárias, tipo de bomba utilizada, etc. Que serão avaliados pelo fiscais da Cortesia nas obras

Observação:  Devemos considerar a taxa de armadura da estrutura para a escolha do concreto mais adequado, levando-se em consideração as britas a serem utilizadas.